Se você decidir ter uma horta em casa, precisa ter alguns cuidados:

O Sol! É necessário que as plantas fiquem em um local que receba luz solar, no mínimo quatro horas por dia.

Que não tenha muito vento.

Os vasinhos, precisam ter furinhos para que não fique água em excesso. Você pode usar como vasinhos, latinhas de leite em pó.


 

É legal você ter uma tesoura e uma pazinha, que pode ser uma colher que você não usa mais ou um garfinho.

O que plantar?

Vou dar sugestão de cinco plantinhas que você pode plantar em sua casa ou apartamento que são fáceis de cultivar e que vai te dar temperos fresquinhos por muito tempo:

Manjericão:     esse tempero tem um cheiro muito gostoso e é muito utilizado para fazer molhos. O manjericão precisa de muito sol e de muita água, por isso é interessante que ele tenha um vasinho só para ele.

Tomate-cereja: nada melhor que ter tomatinhos fresquinhos para fazer a salada, hem! O tomate-cereja pode e deve fazer parte da sua mini horta em apartamento, mas não se esqueça que ele precisa de bastante sol.

Hortelã: assim como o manjericão, a hortelã também precisa de um vaso só para ela. A hortelã é ótima para fazer chás e também para incrementar sucos.

Orégano: além de saboroso, o cheiro do orégano fresco é de abrir o apetite, por isso, não se esqueça de plantar o orégano na sua horta para apartamento.

Salsinha e cebolinha: esses dois se dão super bem, por isso eles podem ser plantados no mesmo vaso. A salsinha e cebolinho são o famoso cheiro-verde utilizado no preparo de diversas receitas.

Dicas de adubos

Adubos orgânicos:

Casca de ovo: Casca de ovo esmigalhada, triturada ou moída, é excelente fonte de cálcio para o solo e as plantas. O uso direto da casca de ovo é interessante quando você pretende ter uma fonte de cálcio de absorção lenta.

Como fazer?

Neste caso, junte as cascas de ovo, deixe secar à sombra, quebre todas no pilão, ou moa no liquidificador, se preferir, e espalhe sobre a terra, em volta das plantas – tomateiros e pimenteiros vão adorar.

Casca de banana:  é rica em potássio de fácil liberação. Corte as cascas de banana em pedaços pequenos e ferva em bastante água por uns 15 minutos. Quando estiver pronto, deixe descansar e depois dilua com 2 copos de água adicionais antes de aplicá-lo na terra das plantas.

Adubação Verde: basicamente, todo resto vegetal pode ser espalhado sobre o solo, deixado para secar, ou misturado com a terra, depois de picotado. Evite as raízes de gramíneas pois estas rebrotam rapidamente, e também as plantas florescidas com sementes maduras – para que você não tenha, depois das chuvas, uma infestação de ervas diversas no meio da sua horta, concorrendo com os nutrientes disponíveis.

Fermentado de ervas verdes: – junte as ervas escolhidas, picote-as, coloque-as em um saco de pano, em um pote. Acrescente água e deixe fermentar por 10 dias, mexendo sempre. Depois desse tempo, disponha um punhado de cada erva nos vasos. Use a água de fermentação para irrigar as plantas.

Vou mostrar para vocês a horta da minha casa!​

E você, tem horta em casa? 

Você pode entrevistar seu parente que faz horta em casa, pedir dicas e compartilhar com a gente! 

Também pode incentivar seus responsáveis a fazer. Se quiser tire fotos e nos mostre!

Envie dicas para montar uma horta, se quiser envie sua foto também!
Fotografia
Faça upload de um arquivo compatível (máx. 15MB)

Alimento para as plantas!

O jardineiro utilizou o coco como um adubo orgânico, nós podemos utilizar restos de alimentos, como borra de café, cascas de ovo, esterco, farinhas, bagaços, cascas e restos de vegetais, decompostos ou ainda em estágio de decomposição, podendo ser produzidos pelo homem através da compostagem.

Quem quiser saber mais sobre compostagem é só clicar no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=MQhNjpZuBkA

Colocando a horta para dormir

 

Dino e o vovô estão colocando a horta para dormir. É assim que o vovô fala.

- Nós vamos limpar a horta e alimentá-la para que ela possa dormir todo o inverno - explica o vovô.

- Então, quando terminarmos, a vovó terá preparado uma delícia doce da horta para nós.

Dino estala os lábios:

- O que nós vamos fazer?

- Vamos arrancar as plantas velhas e colocá-las no carrinho de mão - explica o vovô.

- Vamos guardar as estacas no meu galpão - o vovô acrescenta. 

Dino as guarda. 

- Agora, você pode jogar adubo sobre os buracos, semeando para o próximo ano.

Dino se diverte espalhando os adubos.

- Vamos descarregar o carrinho de mão na nossa pilha de adubo. Agora está na hora da delicia! - O vovô ri.

“Como pode ser uma delícia doce da horta?”, Dino pensa enquanto eles terminam o trabalho.

Ao chegar à aconchegante cozinha. Dino sente um cheiro maravilhoso, amanteigado e doce. Faz lembrá-lo de cinema.

- Pipoca caramelada, feita com nosso próprio milho, Dino! - ri a vovó - Chegou bem a tempo de mexer.

Dino mexe um grande pote de pipoca, misturando-o com o caramelo quente. Ele mastiga e engole algumas.

- Está delicioso! Obrigado!

- Obrigada a você pela pipoca, Dino! - sorri a vovó.

O vovô pega um punhado e ri:

- A horta do ano que vem!

 

Autor desconhecido

Agora responda!
Folhas Padrão

PANCS!

Origem do nome ora-pro-nóbis


Você sabe o que é ora-pro-nóbis? É uma planta muito conhecida em Minas Gerais. Lá as pessoas costumam usar muito essa planta em pratos como: Frango com ora-pro-nobis, Pão de ora-pro-nóbis, omelete. Ela é super versátil, pode ser usada refogada com frango,peixe, porco, e pode até fazer suco verde!
As flores também podem ser consumidas e uma sugestão é usa-la em saladas. A florzinha dá entre janeiro e abril e os frutos de junho a julho. o fruto é acido.
Ainda que seja comum em Minas Gerais, onde se popularizou como uma planta ligada às tradições rurais e religiosas do Estado, é pouco conhecido fora da região. O nome, inclusive, não ajuda. Muitas pessoas sequer entendem quando ouvem. Também pudera, ora-pro-nóbis é um termo em latim que significa rogai por nós, expressão frequente em missas católicas.
Não há comprovação, mas a cultura popular diz que o nome da hortaliça está ligado a essa religião. Na antiga Minas colonial, onde o catolicismo era um elemento cultural muito presente, reza a lenda que algumas igrejas tinham cercas feitas dessa planta. Os padres, porém, não deixavam a população colhê-la.
Entretanto, o jeitinho brasileiro resolveu esse problema. No momento em que os sacerdotes realizavam a missa, nessa época falada em latim e de costas para os fiéis, as pessoas aproveitam para pegar o Ora-pro-nóbis. Dessa maneira, quando o padre dizia ora-pro-nóbis, frase comum na cerimônia, todos entendiam a deixa para começar a colheita.
Outra história, também ligada à Minas Gerais e à Igreja Católica, traz uma versão diferente. Um padre, ao visitar um devoto, teria comido a erva e expressado seu contentamento com a expressão ora-pro-nóbis. Isso seria o equivalente a um
“benzadeus” nos dias de hoje.

Retomando a Receita:

Ingredientes:

2 Folhas de Ora-pro-Nóbis;

3 morangos (pode ser substituído por Abacaxi ou Laranja)

Água.

Modo de fazer:

Utilizando um Mixer ou um Liquidificador bata os ingredientes, coe. E está Pronto!

Agora queremos saber:

Você conhece alguma outra planta que não é comum, não se compra no mercado e na feira, e que você ou seus parentes costumam comer?

Muito importante: Não é qualquer planta que podemos ingerir, ok!

Tem que saber e conhecer.

Sempre peça a orientação de um adulto.

Marble Surface

Hummm o Cacau!

 Para relembrar semana passada temos um quiz:

Hora de Cozinhar!

Podemos não perceber, mas a Matemática está presente na cozinha também. 
As unidades de medidas que devem ser usadas numa determinada receita, a quantidade dos ingredientes, as informações constantes nos rótulos das embalagens, a proporção dos ingredientes que devemos usar para que a receita saia correta, tudo envolve a Matemática.

Em nossa última postagem recebemos várias receitas de família, será que você também consegue escrever uma receita?

Desafio 

Será que você consegue escrever a receita que a professora Simone fez no Vídeo?

Retomando o que a Professora disse sobre o Gênero Receitas:

Estrutura:

Título: Nome da Receita

Ingredientes: Deve ser organizado em formato de lista

Modo de Fazer: Coloque o passo a passo, seguindo a ordem do que deve ser realizado primeiro até o momento de servir.

Contação de História:

Se gostaram clique no link e assista o vídeo da
música Brincando de papel – A caixa:
https://www.youtube.com/watch?v=Cn3AGUzqe28

Falando em adoçar o dia, você gosta de chocolate? Você sabe como ele é feito? Então leia o texto abaixo:

Cacau

{...}Você sabia que o chocolate vem de uma semente amarga, cheirosa e oleosa?
Pois é! É a semente do cacau, a fruta do cacaueiro, uma árvore de três metros de altura.
Para crescer forte e dar muitos frutos, o cacaueiro precisa de calor e umidade, igualzinho ao tempo que faz na região de Ilhéus e Itabuna, no sul da Bahia.
Lá tem tanto cacau, e de tão boa qualidade, que os países da Europa adoram comprá-lo da gente.
Mas como é que de uma semente amarga se faz um chocolate tão docinho?

Bem, depois de torradas e moídas, as sementes são transformadas em uma pasta que também é amarga.
{...}Daí, um pouco de açúcar, araruta, sagu ou salepo se encarregam de melhorar o sabor e, com um pouco de leite, a pasta se transforma nesses deliciosos chocolates que a gente encontra por aí. 
Fácil, não é? É, mas só que levou um tempão para que alguém descobrisse como é que se faz chocolate para ser comido e não bebido.
Durante muitos e muitos anos, os homens só sabiam fazer chocolate líquido.
Bem mais tarde, o licor de chocolate foi misturado ao leite condensado e... pronto! Estava descoberto o primeiro chocolate sólido do mundo!
Daí pra frente não deu outra! Agradando a todos, os tabletes foram sendo melhorados, e hoje temos uma infinidade de tipos para todos os gostos.
{...}

Salete Brentan
Trecho retirado da revista Alegria e companhia.
São Paulo, Abril, nº 70

Para quem ficou com dificuldades de entender algumas palavras:


Araruta: planta utilizada na alimentação.
Sagu: Substância alimentar que se extrai do salgueiro e de outras palmeiras.
Salepo: Substância de uso alimentar e medicamentosos.

Agora que você leu e entendeu o texto vamos responder algumas questões?

O chocolate é feito da semente do cacau e ela é amarga. ESCREVA como o chocolate se torna doce.

Durante muitos e muitos anos, os homens só sabiam fazer chocolate líquido. EXPLIQUE como surgiu o chocolate sólido.

Vamos assistir dois vídeo sobre o Chocolate? Hummmm......

Alimente- se bem: A história dos alimentos/ Cacau:

Como é feito o chocolate?

História e Evolução/ Supermente:

O chocolate nos permite fazer muitas receitas!

Segue duas sugestões (Clique para abrir a imagem):

Agora é com vocês!

Deixe aqui uma receita  da sua família que use chocolate:

Receitas de familia

Escreva aqui a Receita da sua família que use chocolate:

Oi Turma!
Segue aqui uns textos para que possamos relembrar o que vimos em nossa oficina de alimentação
saudável.

 

 

Vitaminas

As vitaminas são nutrientes extremamente importantes para a nossa saúde e que podem ser obtidas a partir da nossa alimentação. Sem as vitaminas necessárias, nosso corpo enfrenta uma série de problemas que vão desde alterações na pele, anemia, retardo no crescimento, até problemas neurológicos. 

As vitaminas são moléculas orgânicas que são obtidas pelo nosso corpo por meio, principalmente, da alimentação. Algumas vitaminas são também produzidas em nosso corpo, como é o caso da vitamina D e K. A vitamina K é produzida por bactérias em nosso intestino, enquanto a vitamina D é produzida quando expomos nossa pele à luz solar.

Uma alimentação saudável consegue garantir, na maioria das vezes, que todas as vitaminas estejam disponíveis para o funcionamento adequado do nosso organismo. Um fato curioso é que, diferentemente dos outros nutrientes, as vitaminas não necessitam ser ingeridas em grande quantidade.

 

Vale destacar que apesar da baixa necessidade diária, elas também são importantes e sua não ingestão pode levar a problemas graves de saúde. Dá-se o nome de hipovitaminose ou avitaminose a carência de vitaminas no nosso corpo.

 

Alguns dos problemas causados pela baixa quantidade de vitamina no corpo são:

 

Beribéri (deficiência de vitamina B1)

 

Anemia (deficiência de vitamina B6, B9, B12)

 

Problemas de visão (deficiência de vitamina A)

 

Deformações ósseas (deficiência de vitamina D)

 

Problemas de coagulação sanguínea (deficiência de vitamina K)

 

Escorbuto (deficiência de vitamina C)

Para se obter as vitaminas necessárias para o funcionamento adequado do nosso corpo, é fundamental incluir na alimentação, alimentos como frutas, legumes, verduras, grãos, ovos, carne, leite e derivados. A chave de tudo está em uma alimentação balanceada, rica em diferentes alimentos. Veja a seguir algumas vitaminas e suas fontes alimentares:

 

Vitamina A (retinol): encontrada em vegetais de cor alaranjada, hortaliças de coloração verde-escura, leite e derivados, ovos e fígado.

 

Vitamina B1 (tiamina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, legumes, cogumelos e grãos integrais.

 

Vitamina B2 (riboflavina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, leites e derivados.

 

Vitamina B3 (niacina): encontrada em carnes, vegetais folhosos, grãos, nozes e ovos.

 

Vitamina B5 (ácido pantotênico): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais, frutas e leites e derivados.

 

Vitamina B6 (piridoxina): encontrada em carnes, hortaliças, grãos integrais e nozes.

 

Vitamina B7 (biotina): encontrada em carnes, hortaliças, legumes e ovos.

 

Vitamina B9 (ácido fólico): encontrada em hortaliças verdes, legumes, grãos integrais e nozes.

 

Vitamina B12 (cobalamina): encontrada em carnes, ovos, leites e derivados.

 

Vitamina C (ácido ascórbico): encontrada em frutas como acerola, limão, laranja, maracujá e também no brócolis.

 

Vitamina D (calciferol): encontrada em alguns peixes, leite e derivados, além de gemas de ovo. Além disso, a vitamina D pode ser produzida pelo organismo quando a pele é exposta à luz solar.

 

Vitamina E (tocoferol): encontrada em óleos vegetais, sementes, grãos integrais e nozes.

 

Vitamina K (filoquinona): encontrada em hortaliças verdes e, como citado anteriormente, é também produzida por bactérias presentes no intestino.

 

Proteinas

As proteínas são substâncias que exercem as mais diversas funções no organismo, participando inclusive da composição das células. Não existe nenhum processo biológico em que uma proteína não esteja envolvida. Dentre as funções atribuídas às proteínas, podemos citar:

 

- Atuam como enzimas – Essas proteínas são capazes de acelerar uma determinada reação química. Como exemplo de enzimas, pode-se citar a amilase salivar, que atua na quebra de amido, e a lactase, que atua na quebra de lactose;

 

- Contração muscular – A contração muscular só ocorre graças à ação de duas proteínas: a miosina e a actina;

 

- Hormônios – Atuam nas mais diversas funções do organismo e, em sua grande maioria, são compostos por proteínas. Exemplo: insulina;

 

- Anticorpos – Proteínas que atuam na defesa do nosso corpo;

 

- Coagulação – A fibrina (uma proteína) forma uma rede que impede a passagem do sangue;

 

- Transporte de oxigênio – A hemoglobina é uma proteína responsável pelo transporte de oxigênio.

Alimentos com proteína Animal: Carnes de aves, vaca, porco e peixe. Leite, iogurte.

Alimentos com proteína animal: Soja, ervilha lentilha, feijão, Arroz, semente de linhaça e gergelim, grão de bico, amendoim, nozes, castanha do pará.

Carboidratos

Os carboidratos são alimentos que devem estar presentes em nossa dieta, uma vez que são importantes para o fornecimento de energia para nosso corpo. O recomendado é que cerca de 45% a 65% das calorias diárias sejam provenientes desse grupo de alimentos, entretanto, deve-se ficar atento à necessidade metabólica de cada pessoa.

 

Quando ingeridos em excesso, podem estar relacionados com problemas de saúde, como a obesidade. Entretanto, uma alimentação pobre em carboidratos pode ser também prejudicial, pois como dito anteriormente, esse nutriente é fundamental para o fornecimento de energia. Desse modo, é importante saber dosar a quantidade de carboidratos ingeridos para que esses cumpram adequadamente seu papel.

Gorduras

As gorduras são fonte de energia e essenciais para a absorção de algumas vitaminas. Mas é muito importante determinar a quantidade e o tipo de gordura a ser ingerida para uma alimentação saudável. Existem três tipos de gorduras nos alimentos: saturadas, monoinsaturadas e poli-insaturadas. Consumir gorduras em excesso, principalmente saturadas, é pouco saudável, sendo que a maioria das gorduras consumidas diariamente deve ser monoinsaturada e poliinsaturada.

Saturadas - A gordura saturada é um derivado dos produtos de origem animal. É encontrada principalmente em carnes vermelhas e também brancas, pele de aves, creme de leite, manteiga, iogurte, azeite de dendê e bacon, por exemplo. Ela é considerada uma gordura prejudicial para o organismo humano, principalmente pelo fato de aumentar o colesterol ruim (LDL), podendo causar problemas cardiovasculares.

 

Insaturadas (mono e poli) - São as gorduras boas, insaturadas, que têm origem principalmente vegetal, mas estão em alguns peixes também. São encontradas em azeite de oliva, óleo de milho e canola, castanha do pará, amêndoa, salmão, sementes de linhaça, abacate e outros alimentos. Ela faz com que o colesterol ruim (LDL) diminua no organismo, porém consumida em excesso poderá causar doenças coronarianas. A gordura insaturada é melhor do que a gordura saturada, quando consumida corretamente.

 

Poliinsaturadas

 

A gordura poliinsaturada é rica em ácidos graxos essenciais, o Ômega 3 e Ômega 6, substâncias que não são produzidas pelo organismo mas devem ser consumidas, tendo que ser obtidas por meio da alimentação; também auxilia na redução e controle dos níveis de colesterol no sangue. O único ponto negativo é que ela reduz tanto o colesterol ruim (LDL) quanto o bom colesterol (HDL). Pode ser encontrada nos seguintes alimentos: óleo de soja, girassol, canola, milho; em peixes como o atum, sardinha e em frutos do mar; nozes e sementes de abóbora.

 

Monoinsaturadas

 

No combate ao colesterol, a gordura monoinsaturada se mostra mais benéfica do que a poli, pelo fato de que ela reduz apenas os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue, enquanto estimula o aumento dos níveis do bom colesterol (HDL). Alimentos que são boa fonte de gordura monoinsaturada são azeite de oliva, abacate, amendoim, nozes e óleo de canola. O consumo de gordura monoinsaturada reduz as chances de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Gordura Trans

O consumo frequente de alimentos ricos em gordura trans, como produtos de padaria e confeitaria, como bolos, doces, bolachas, sorvetes, salgadinhos de pacote e muitos alimentos industrializados como hambúrguer por exemplo, podem aumentar o colesterol ruim.

 

Essa gordura hidrogenada é adicionada em alimentos industrializados porque é uma forma barata de aumentar o seu prazo de validade.

Por que a gordura trans é prejudicial à saúde

A gordura trans é prejudicial à saúde porque ela traz malefícios como o aumento do colesterol ruim (LDL) e a diminuição do colesterol bom (HDL), o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares e AVC. Além disso, esse tipo de gordura também está relacionada com um aumento do risco de infertilidade, doença de Alzheimer, diabetes e alguns tipos de câncer.


 

Nutriamigos

Nutriamigos é um canal do YOUTUBE que você pode assistir para tirar suas dúvidas, é divertido e informativo e você pode assistir quando quiser. 

Nós estávamos estudando sobre as vitaminas, proteínas, carboidratos e gorduras. Qual é a importância
desses nutrientes para nosso organismo e os malefícios se forem consumidos em excesso.
Vou deixar aqui o link dos Nutriamigos no Youtube para que vocês ai de casa possam assistir e fazer
as atividades sugeridas. O texto que estou enviando você pode ler sozinho, ou com ajuda de seus
responsáveis, do irmão mais velho, do coleguinha.

 


https://www.youtube.com/channel/UCHOgvbNmDdj4JRZOITgfh1A